Top 19 Melhores exchanges do Brasil

Anúncios

Uma boa carteira de criptomoedas exige que se tenha como aliada uma das melhores exchanges do Brasil, conheça o top 20.

Como todo ano, uma das promessas de muitos brasileiros é mudar de vida, e com certeza em 2020 não foi diferente. Logo, a melhor forma de se alcançar a tão sonhada liberdade financeira de longe é por meio de investimentos. Como por exemplo, as criptomoedas, que se encaixam em ativos de renda variável.

Entretanto, não pense que investir em criptomoedas, como o Bitcoin, é algo simples. Isto porque demandam disciplina, estudo, e sangue frio, tendo em vista as bruscas oscilações. Se acaso possui essas qualidades, basta abrir conta em uma das 20 melhores exchanges do Brasil e dar o start.

Quanto maior o risco, maior o retorno

No mundo dos investimentos, risco significa resultado, e geralmente expressivo. Por isso, os ativos de renda variável, devido a possuir maior volatilidade, possuem retornos mais significativos. Tanto para cima, quanto para baixo.

Ou seja, do mesmo jeito que o lucro, quando obtido, é alto, a falta de conhecimento cumulada com o risco pode gerar grande prejuízo. Do mesmo jeito funcionam os investimentos em criptomoedas, visto que possuem forte oscilação.

Anúncios

Por isso, antes de começar a investir, é importante analisar diversas corretoras de criptomoedas. Posto que existe uma vasta quantidade dessas empresas pelo país. Para lhe ajudar, elencaremos as 20 melhores exchanges do Brasil, de acordo com seu volume de movimentação em criptomoedas.

19ª – Coinbene

Abrindo o ranking das 20 melhores exchanges do Brasil, temos a Coinbene. A taxa cobrada nas transações é de 0,10% e a abertura de conta é gratuita.

A exchange promete a maior variedade de criptomoedas do Brasil, mais de 100 tipos para negociação. Além disso possui canal de atendimento via WhatsApp e email.

A empresa tem sede em Singapura e com escritório em São Paulo na cidade paraíso. A exchange informa que possui mais de 150 mil cliente pelo mundo. Por fim a empresa está entre os 30 mais top da CoinMarketCap. 

18ª – Pitaia Trade

A Pitaia Trade possui preocupações com segurança e oferece aos seus clientes as seguintes especificações:

  • Carteira segura
  • Identificação por 2 fatores
  • Módulos de prevenção anti-terrorismo e contra lavagem de dinheiro
  • Maquininhas estilo as de cartão para que estabelecimentos possam aceitas bitcoins como forma de pagamento

Taxas da Pitaia

17ª – Citcoin

A Citcoin não aparenta trazer nada de inovador, apesar de oferecer uma taxa de 0,35% para ordens ativas. A empresa oferece atendimento apenas via email, e em horário comercial.

Como portfólio, possui apenas o Bitcoin como produto de negociação, com foco em traders profissionais. E como atrativo, possui tecnologia Amazon, uma das melhores em cloud computing.

16ª – Modiax

Ao acessar o site da Modiax, remete a uma grande startup, e tem foco em novos investidores, oferecendo assim uma plataforma mais simplificada. Entretanto, foi recentemente adquirida pela FoxBit.

Como a transação foi recente, pouco se sabe dos planos da FoxBit para com a Modiax. E mesmo as empresas assegurando que irão manter as duas plataformas, tudo pode mudar.

15ª – Latoex

O maior ponto positivo da Latoex são suas taxas de negociação, quais sejam de 0,1% tanto para ordem ativa, como passiva. Ademais, a empresa oferece uma plataforma bastante simples, com taxa de saques razoáveis para reais, sendo de 0,19% mais R$ 6,90.

14ª – Nox Bitcoin

Abrindo o top 15 das melhores exchanges do Brasil, temos a Nox com pouco mais de 1 ano de atuação. Entretanto, surge como uma fintech, ao inovar oferecendo taxa zero para negociação, veja mais dados:

  • O site possui muita informação, sendo um tanto quanto poluído
  • A taxa para saque em reais é de R$ 10,50, e não possui taxa de negociação
  • Possui central de atendimento via chat online, e-mail, ou também por telefone
  • Plataforma com pouco tempo de mercado, então é importante ficar atento

13ª – Cointrade

A Cointrade se diferencia das demais ao oferece uma plataforma que atua 24h por dia no mercado, permitindo transações a qualquer tempo. Também possui um portfólio que conta com 14 criptomoedas, além do que segue:

  • Ferramenta “Follow de trader” para que iniciantes possam aprender com traders profissionais analisando suas estratégias
  • Autenticação de 2 fatores
  • Um ponto negativo é o site da Exchange que é bastante limitado, e não fornece informações como taxas para saques e negociações

12ª – Braziliex

Com uma das mais baixas taxas de corretagem, e uma boa gama de criptomoedas, a Braziliex merece um lugar no ranking. Apesar de taxas pouco atrativas, a Exchange oferece algumas soluções diferentes, tais como:

  • A possibilidade de o investidor obter taxa de corretagem zero por meio do Braziliex Token
  • Oferece a empresários o gateway de pagamentos Braziliez Pay, para que o estabelecimento possa aceitar pagamentos em Bitcoin
  • Possui um portfólio com mais de 15 criptomoedas
  • Taxas de saque em reais que custam R$ 9,00 mais 0,75% sobre o valor

11ª – Profitfy

Há mais de 2 anos no mercado, a Profitfy tem por foco atender a traders, de modo a investir fortemente e constantemente em tecnologia. Também é uma das mais renomadas no quesito segurança. A seguir, elencaremos alguns pontos positivos e negativos da Exchange:

  • 3 níveis de certificação
  • Taxas decrescentes conforme o investidor aumenta seu volume de negociação
  • Plataforma versátil, que pode ser adaptada ao usuário
  • Taxas de saque em reais de variam de 0,1% a 0,5%, além do acréscimo de R$ 10,15

10ª – Bitcointoyou

A Bitcointoyou opera há quase 10 anos no mercado, e é considerada uma startup no segmento. Logo, proporciona maiores vantagens, como o fato de oferecer taxa zero para traders, promoção válida até final de fevereiro de 2020.

Também opera nas principais criptomoedas do mercado, além de não cobrar taxas para abertura de conta, depósitos, e manutenção de conta. Enquanto que para os saques em reais a empresa cobra R$ 9,99, e outros 1,89%.

No caso de o investidor necessitar de atendimento, o site conta com chat com atendimento humano, que funciona em horário comercial. Ainda há a comodidade do cliente baixar o aplicativo da empresa, para que possa acompanhar as cotações o mercado.

9ª – Walltime

Abrindo o top 10 entre as melhores Exchanges do Brasil temos a Walltime, uma corretora que respira Bitcoin. Posto ser o único produto negociável da empresa, que possui uma interface muito simples, talvez a mais.

No quesito segurança, não há o que se reclamar da Exchange, visto possuir ativos em diversas carteiras, ficando menos suscetível a ataques. Apesar do baixo volume de negociação, vale destacar que a empresa em 4 anos acumula 60 mil usuários em sua base.

8ª – Coinext

Mais de 1 milhão de transações por segundo e uma plataforma inovadora, sendo a primeira a oferecer estratégias de negociação. Sendo uma das mais procuradas entre os traders.

Logo, é possível programar ações como “Stop Loss”, “Trailing-Stop”, ou ainda “Fill or Kill”. Desse modo, proporciona ao investidor maior segurança, além do fato de oferecer apólice de seguros contra ataques por hackers.

Mesmo com foco no trader, a 9ª colocada entre as melhores exchanges do Brasil oferece taxa zero para abertura e manutenção de contas. Também não cobrando taxa de custódia.

Entretanto, as taxas de saque não são tão atrativas, visto que ao solicitar o custo será de R$ 8,99% além de 0,19%. Enquanto que os depósitos também possuem taxa zero, e deve ser de no mínimo R$ 50,00.

Oferece um atendimento diferenciado, por meio de redes sociais, com equipe disponível das 5h às 20h. Além disso, as taxas são atrativas, posto que para saques em reais cobra R$ 9,00 e mais 1,23%. Quanto às taxas de negociação, variam entre 0,2% e 0,4%.

7ª – BitBlue

A BitBlue oferece uma interface simples e ágil, visto que seu diferencial é o fato de estar integrada diretamente ao sistema bancário. Desse modo, permite saques e depósitos de modo simultâneo, onde é possível identifica-los em poucos minutos.

A Exchange é segmentada, posto operar somente a criptomoeda Bitcoin, por meio de uma plataforma bastante intuitiva. Além disso, possui taxa fixa para saque no valor de R$ 10,00, sendo o mínimo para saque também R$ 10,00.

6ª – FoxBit

Talvez a mais conhecida no segmento, a FoxBit detém mais de 40% do volume de negociação em criptomoedas do país. Tal fama se dá pelas suas taxas, que são as mais baixas do mercado. Sendo estas de R$ 1,89 mais 1,39% para saque em real.

Seu portfólio conta com as principais criptomoedas do mercado, contando com Bitcoin (BTC), Ethereum (ETH), Litecoin (LTC) e Ripple (XRP). Também tem como diferencial a opção de depósitos por meio de cartão de crédito.

Apesar das vantagens, o motivo que a faz ocupar a 6ª posição entre as melhores exchanges do Brasil é devido a segurança. Posto que em 2018, a empresa sofreu com problemas que resultaram em perdas.

5ª – Bitcoin Trade

Com pouco mais de 2 anos de mercado, a Bitcoin Trade já está no top 5 das 20 melhores exchanges do Brasil. Sendo que sua fama se dá pelo fato de ser uma das que mais investem em segurança no mercado.

Mesmo sendo prematura em relação às outras exchanges, a Bitcoin Trade já conta com mais de 1 bilhão de negociações realizadas. Além de uma base de clientes invejável, que já ultrapassa os 180 mil.

Analisando as taxas, assim como as demais, não as cobra para abertura conta, nem mesmo manutenção ou custódia. Enquanto que para saque em reais é uma das mais baixas, com sendo de R$ 4,90 mais 0,99%. Já para as operações varia de 0,25% a 0,50%.

Quanto ao portfólio, a exchange opera nas seguintes criptomoedas:

  • Bitcoin (BTC)
  • Ethereum (ETH)
  • Ripple (XRP)
  • Litecoin (LTC)
  • Bitcoin Cash (BCH)

Entre os diferenciais da Bitcoin Trade está na possibilidade de realizar depósitos por meio de cartão de crédito. Assim como saques bastante ágeis, que não ultrapassam 1 dia útil para Real.

4ª – BitCambio

Para aqueles que estão começando a se aventurar no mundo das criptomoedas, a BitCambio pode ser uma boa opção. Isso porque a Exchange uma plataforma start, para iniciantes, e outra Pro, voltada a traders mais experientes.

A Exchange também é bem segmentada, posto que realiza compra e venda apenas do Bitcoin. Devido aos fatores de simplicidade, e fácil aprendizado, é que essa corretora ocupa o 4º lugar entre as 20 melhores exchanges do Brasil.

Para ordens passivas, ou seja, de venda, a Exchange não cobra taxas, enquanto que para as compras cobra-se 0,99% instantaneamente. Além disso, possui uma das maiores taxas de saque do setor, sendo de R$ 10,00 acrescidos de 1%.

3ª – NovaDAX

Medalha de bronze no pódio do ranking das 20 melhores exchanges do Brasil, temos a NovaDax. Integrante do grupo Abakus Group, a corretora é uma das mais renomadas do país, tendo captado mais de US$ 300 milhões em investimentos.

Entre as vantagens da NovaDAX, vale destacar a gama de criptomoedas à disposição, por ser bem completa. Além disso, conta com uma plataforma bastante dinâmica, possuindo ainda aplicativo para smartphone.

Quanto aos diferenciais, um dos mais interessantes é o programa de pontuação chamado Novawards. Onde o cliente recebe 1 ponto para cada R$ 1,00 negociado pela plataforma, os quais podem ser utilizados para abater nas taxas.

A NovaDAX também oferece ao seu cliente um suporte por meio de chat totalmente online. Por fim, vale mencionar que a corretora possui em seu portfólio algumas moedas virtuais exclusivas, como Cardano (ADA) e IOTA.

Quanto as taxas de operação de compra e venda, variam de 0,07% a 0,3% a depender do plano. Para os saques em reais, cobra-se R$ 8,90 e outros 1,5% sobre o valor solicitado, sendo este no mínimo de R$ 100,00.

2ª – BitPreço

A BitPreço possui uma forma de atuação totalmente diferente das demais corretoras que compõem o ranking das 20 melhores exchanges do Brasil. Isso porque só ela atua como um marketplace de criptomoedas, onde elenca as ofertas de várias exchanges do país.

Assim como muitas no segmento, a BitPreço possui taxa zero de manutenção, cobrando apenas pela operação. Os depósitos devem ser de pelo menos R$ 100,00, e as taxas de saque são de R$ 9,50 acrescido de 0,2% sobra o valor do saque.

Apesar do alto volume de negociações por meio da plataforma dessa Exchange, ela possui uma grande desvantagem. Posto que ao escolher uma oferta que não seja da BitPreço, você ainda irá arcar com as taxas da outra corretora.

1ª – Mercado Bitcoin

Em atividade no mercado há quase 10 anos, a Mercado Bitcoin lidera o ranking das 20 melhores exchanges do Brasil. Posto ser uma das mais famosas, visto ser a primeira do país a abraçar o setor. Abaixo, algumas informações importantes sobre a corretora:

  • Conta grátis, sem custo de mensalidade ou custódia, cobrando taxas apenas mediante a realização de operações
  • Investimento mínimo de R$ 50,00
  • Taxa para saque em reais de R$ 2,90 e mais 1,99% sobre o valor do saque
  • Possui uma das plataformas mais auto didáticas, além de proporcionar um excelente atendimento
  • Também possui aplicativo para operações via smartphone

Equipe Cripto

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: